quinta-feira, maio 1, 2014

Receita do casaquinho de bebê

Por Sula em 1 de maio de 2014

em Bebê, Receitas, Tricô

Começando a pagar promessa, receita do casaquinho do conjunto saída de maternidade

Casaquinho de bebê em tricô

Detalhe da pala… eu, particularmente, não gosto de casaquinho que precisa de fita para apertar a gola.
Faço, claro que faço, mas não gosto, acho sem elegância, acho até que incomoda o bebê, não para, escorrega, fica desamarrando.
Então, por isso gosto tanto dessa pala, botõezinhos e pronto, acabou o problema…

Casaquinho de bebê em tricô

RECEITA:

A lã é a mesma que usei para fazer a manta.

Com agulha nº 3,5 monte 80 pontos.
Faça ponto de barra 1/1 (1 tricô, 1 meia) por 4 carreiras
Faça 3 carreiras de barra respeitando 5 tricôs no começo e 5 no fim, aqui é bom que se coloque um marcador para não esquecer, ajuda bastante.
Na 4ª faça um passa-fitas, 1 tricô, 2 pontos juntos em tricô, 1 laçada, 2 pontos juntos em tricô, 1 laçada e assim até o final da carreira, terminando com 1 tricô.

Um aparte: Essa carreira não será para passar uma fita, como vão ver mais abaixo.

Da 5ª a 8ª carreira continue o ponto barra 1/1, respeitando os 5 tricôs no início e os 5 no final.
Aqui encerramos essa parte que será a golinha, depois de pronto o casaquinho, dobre-a, de modo que o passa-fitas forme uns bicos chamados de dente de gato, é para dar um charme na peça, fica bem bonitinho.
9ª carreira: 1ª casa de botão
Nos 5 primeiros pontos faça a casa: 2 tricôs, 1 laçada, 2 pontos juntos em tricô, 1 tricô.
As próximas casas faça a espaços regulares, eu fiz a cada 16 carreiras, ou 8 cordões, não se esqueça de fazê-las.
Termine a carreira com meia e os 5 tricôs.
10ª carreira: tricô
11ª carreira: meia
12ª carreira: tricô
13ª carreira: meia
14° carreira: tricô

PALA:
1ª carreira: (direito) 5 tricôs, 3 meias, 1 laçada, 1 meia, 1 laçada *6 meias, 1 laçada, 1 meia, 1 laçada* terminar com 3 meias, 5 tricôs.
2ª carreira e todas as pares: em tricô
3ª carreira: 5 tricôs * meia* 5 tricôs
Repetir 6 vezes as carreiras de 1 a 4, respeitando laçadas sobre laçadas e os 5 tricôs do começo e do final da carreira.
Fazer agora 3 cordões de tricô (6 carreiras).

DIVISÃO:
Mudei para agulha nº 4 e comecei ponto arroz (1 tricô, 1 meia e na próxima carreira desencontra os pontos), sempre deixando os 5 tricôs no começo e no fim da carreira.
31 pontos para a frente (26+5)
38 pontos para a manga (deixe a espera num alfinete)
62 pontos para as costas
38 pontos para a manga (deixe a espera num alfinete)
31 pontos para a frente (26+5)
Aqui teremos 124 pontos na agulha ao todo, com as bordas e sem as mangas.

Corpo do casaquinho: 30 carreiras de ponto arroz.

Comece agora, no direito do trabalho, o ponto losango em ajur:
Parece que esse ponto tem uma separação entre eles mas não tem, é só fazer como diz a receita que o desenho se faz normalmente.
São necessários 10 pontos e 10 carreiras para cada desenho… não esqueça dos 5 tricôs nas bordas.
1ª carreira: *4 meias, 2 pontos juntos em meia, 1 laçada, 4 meias*.
2ª carreira e pares: tudo tricô
3ª carreira: *3 meias, 2 pontos juntos em meia, 1 laçada, 2 pontos juntos em meia, 1 laçada, 3 meias*.
5ª carreira: *2 meias, 2 pontos juntos em meia, 1 laçada, 2 pontos juntos em meia, 1 laçada, 2 pontos juntos em meia, 1 laçada, 2 meias*.
7ª carreira: *3 meias, 2 pontos juntos em meia, 1 laçada, 2 pontos juntos em meia, 1 laçada, 3 meias*.
9ª carreira: 4 meias, 2 pontos juntos em meia, 1 laçada, 4 meias*.

Terminada as 10 carreiras do ponto losango em ajur fazer 3 cordões de tricô (6 carreiras) e arrematar.

Mangas:
Com os 38 pontos faça 26 carreiras do ponto arroz.
Para começar o ponto losango em ajur aumente 1 ponto no começo da carreira, depois da borda e um ponto no final, antes da borda para poder dar certo o ponto.
Na última carreira, ou seja, na 10ª diminua esses 2 pontos que colocou a mais.
Mude para agulha 3,5 e faça 7 carreiras de ponto barra 1/1 e arremate na 8ª carreira.

Um outro aparte:
Costure as mangas e a golinha dobrando-a para dentro para formar o dente de gato, pregue os botões.

“A oração é necessária não para que Deus conheça as nossas necessidades, mas para que nós fiquemos conhecendo a necessidade que temos de recorrer a Deus, para receber oportunamente os socorros da salvação”.
São Tomás

{ 72 comentários }