verde

Touca para Bebê com Cobre Orelhas

Por Sula em 29 de agosto de 2014

em Bebê, Receitas, Tricô

O que diferencia essa touca para bebê é que ela cobre as orelhinhas e fica amarrada embaixo do queixinho…

Touca de bebê com tapa orelhinhas

Vista de lado…

Touca de bebê com tapa orelhinhas

Fiz um pom pom para colocar no topo mas fotografei antes de colocá-lo…

Touca de bebê com tapa orelhinhas

Como ela fica antes de ser costurada…

Touca de bebê com tapa orelhinhas

RECEITA:

Lã para bebê (fininha) agulha nº 3.
Fica bem pequena, própria para recém-nascido.

46 pontos

1 cordão de tricô (2 carreiras).

Dobrar os pontos nessa carreira, faz 1 tricô e aumenta um ponto (aumenta colocando um ponto não faça laçada) vai ter um total de 92 pontos na agulha.
Agora começar a fazer um ponto fantasia que se queira, eu fiz ponto arroz (receita abaixo) por 10 cm.

Faz agora 5 cordões de tricô (10 carreiras).
Depois comece a carreira arrematando 11 pontos, tricota 21 pontos e os demais pontos da agulha deixe a espera num alfinete.

Continue trabalhando com os 21 pontos em tricô e arremate 1 ponto de cada lado todo início de carreira até ficar com 5 pontos na agulha.
Nesses 5 pontos faça cordões de tricô por 18 cm e arremate.

Emenda o fio na base onde começou a fazer a primeira orelhinha, arremate os 28 pontos seguintes que estavam na espera, faz 21 tricôs e proceda igual fez a outra orelha.

Emenda o fio novamente na base da segunda orelhinha e arremate os 11 pontos.

Costure a lateral da touquinha e franza a parte onde vai colocar o pom pom.

Ponto arroz:

1ª carreira: *1 tricô, 1 meia*
2ª carreira: *1 meia, 1 tricô*
Repetir sempre essas duas carreiras.

“Eu gosto de olhos que sorriem, de gestos que se desculpam, de toques que sabem conversar e de silêncios que se declaram”
Machado de Assis

{ 14 comentários }

Sapato de tricô unissex

Por Sula em 23 de setembro de 2013

em Receitas, Tricô

Mais um sapato de lã, de tricô, costumo chamá-lo de sapato de quarto, ou seja, é para ser usado em casa, para dormir, por cima de meias.
Esse modelo é unissex.

Sapato de tricô

Na foto abaixo eu dobrei o caninho do sapato, não fiz ele muito grande…

Sapato de tricô

Aumente os pontos de acordo com o tamanho do pé, sempre colocando número ímpar de pontos. Eu calço nº 36, vejam como ficou no meu pé…

Sapato de tricô

RECEITA:

71 pontos na agulha.

Faça 8 cordões em tricô (cordões são carreiras de ida e volta, uma carreira no direito e uma no avesso formam 1 cordão de tricô).

1ª carreira: 33 meias, 1 mate simples (tire um ponto sem fazer em meia, faça o próximo em meia e passe o ponto sem fazer pelo ponto tricotado), 1 meia, 2 pontos juntos em meia, 33 meias.
2ª carreira: 32 tricôs, 2 pontos juntos em tricô, 1 tricô, 2 pontos juntos em tricô, 32 tricôs.
3ª carreira: 31 meias, 1 mate simples, 1 meia, 2 pontos juntos em meia, 31 meias.
4ª carreira: 30 tricôs, 2 pontos juntos em tricô, 1 tricô, 2 pontos juntos em tricô, 30 tricôs.
5ª carreira: 29 meias, 1 mate simples, 1 meia, 2 pontos juntos em meia, 29 meias.
6ª carreira: 28 tricôs, 2 pontos juntos em tricô, 1 tricô, 2 pontos juntos em tricô, 28 tricôs.
Vai fazendo assim até ter 17 meias, 1 mate simples, 1 meia, 2 pontos juntos em meia, 17 meias (carreira ímpar, direito do trabalho).
Volte fazendo tudo tricô.
Comece agora o ponto sanfona (2 tricôs, 2 meias) para fazer o cano do sapato, faça até o tamanho desejado e arremate.

“O exercício do silêncio é tão importante quanto a prática da palavra”
William James

{ 9 comentários }

Cachecol-Gola de tricô

Por Sula em 14 de julho de 2013

em Receitas, Tricô

Será um cachecol ou será uma gola?
Na dúvida acaba sendo as duas coisas porque de qualquer modo esquenta o pescoço e de quebra ainda enfeita.
É o tricô sempre presente ajudando a compor um visual descolado e quentinho, eita que estou poética, alusão ao nosso hobby, hahaha…

Cachecol-gola de tricô

O babado fica parecendo uma folha não é mesmo?
O botão é costurado numa ponta e não precisa de casa para ele, é só passar pelos pontos…

Cachecol-gola de tricô

A ponta do babado fica com essa abertura…

Cachecol-gola de tricô

RECEITA:

Usei só um novelo da Sedificada (Pingouin) e agulha nº 6.

21 pontos na agulha.

1ª carreira:
9 tricôs, volta, vira o tabalho e não faz os outros pontos.

2ª carreira:
Volta e faz os 9 tricôs.

3ª carreira:
8 tricôs, vira o trabalho.

4ª carreira:
Volta e faz os 8 tricôs.

5ª carreira:
7 tricôs, vira o trabalho.

6ª carreira:
Volta e faz os 7 tricôs.

7ª carreira:
6 tricôs, vira o trabalho.

8ª carreira:
Volta e faz os 6 tricôs.

9ª carreira:
5 tricôs, vira o trabalho.

10ª carreira:
Volta e faz 5 tricôs.

11ª carreira:
4 tricôs, vira o trabalho.

12ª carreira:
Volta e faz 4 tricôs.

13ª carreira:
3 tricôs, vira o trabalho.

14ª carreira:
Volta e faz 3 tricôs.

15ª carreira:
2 tricôs, vira o trabalho.

16ª carreira:
Volta e faz 2 tricôs.

17ª carreira:
Tricotar todos os 21 pontos.

Voltar a 1ª carreira.

Repeti as carreiras acima por 8 vezes, depois, com os 21 pontos na agulha fiz ponto barra 1/1 (1 tricô, 1 meia) por 60 cm.
Arrematei e preguei o botão.

“Valorize os seus limites e por certo não se livrará mais deles”
Richard Bach

{ 13 comentários }